Bom apetite!

Participantes


2018



image30

Akinbode Akinbiyi

Akinbode Akinbiyi é, através da fotografia e da poesia, um cronista do cotidiano. Ele tem interesse no “everydaylifeness” ao invés do “everydayness”, dois estados diferenciados pelo profundo interesse de Akinbiyi no ser—seres humanos, entre outros seres, e a maneira na qual eles elaboram, navegam, e se identificam com sociedades e espaços.




image11

Coletivo Coletores (outbound: Dakar)

Coletivo COLETORES é um Coletivo de arte/intervenção urbana, formado em 2008 na periferia da Zona Leste da Cidade de São Paulo pelos artistas Toni William e Flávio Camargo. Com um histórico de ações que pensam a cidade, as pessoas e as relações entre arte, cidade, tecnologia e o publico, o coletivo COLETORES procura ao longo de sua trajetória, caminhos que explorem as diferentes formas de jogar e interagir com a cidade. Desde o ano de 2016 o Coletores tem Colaborado com o Lanchonete.org realizando uma série de projetos que promovem a articulação entre o território, memória e corporalidade. Durante esses três anos de atividades, o Coletores pode contribuir com as mais variadas ações como: Cidade QUEER, Portas Abertas – Goethe Institut, O museu da Vizinhança – Paim, 13ª Bienal de Arte contemporânea de Dakar e o projeto Corpos Cartográficos que foi realizado como programação paralela a 33ª Bienal de Arte Contemporânea de São Paulo.
facebook.com/coletorescoletivo
saomateusemmovimento.org/medialab
youtube.com/channel/UCC7-Y_kXrCoNVAI1S8k0aWg
www.dasding.org/coletores
E-mail: arslab@hotmail.com


Mickaël Marchand

Mickaël Marchand (1982) se formou na ENSAG (Grenoble, France) e na UDK (Berlim, Alemanha). Foi recipiente da “bourse das arts plastiques de la ville de Grenoble 2012”. Já expôs em CNAC Grenoble, Centre d’Art de la Bastille, Galleria Suzy Shammah, Palazzo Rizo: Museo d’arte Contemporanea della Sicilla (Palermo), no Latvian Centre for Contemporary Art e em Künstlerhaus Bethanien (Berlim).
A abordagem conceitual da instalação de Mickaël Marchand incorpora fotografias e vídeos como documentação. A repetição como um protocolo de pesquisa cria séries de trabalhos ligados às cidades para as quais ele viaja. Seja qual for o humor que vem a ser percebido, o trabalho de Marchand está relacionado com a construção, estrutura, e os limites do equilíbrio. Sua consciência artística sempre foi guiada pela necessidade de manter suas instalações reais: “Minhas obras estão em equilíbrio sem trapacear.”
mickaelmarchand.com/

image40

Leandro Moraes

Leandro Moraes é fotógrafo e documentarista há doze anos, colabora para veículos nacionais e internacionais como Folha de S.Paulo, Revista Época, Portal UOL, Jornal Liberation, dentre outros, e também para mídias independentes como Mídia Ninja e Revista Vai da Pé. Além de matérias e retratos para veículos de comunicação se dedica à projetos autorais que, em sua maioria, envolvem questões políticas e sociais. (2017-2018)
cargocollective.com/leandromoraes


Kadija de Paula

Kadija de Paula combina comida, texto e performance para criar situações e happenings que questionam o valor do trabalho, recursos e práticas sociais. Ela é autora e editora de publicações independentes, e já apresentou seu trabalho de pesquisa, performance e artes visuais em seminários, exposições e happenings no U-Jazdswski Castle Varsóvia, AZB Skulptur Platz Zurique; 67 Ludlow Street Gallery Nova York; Sesc e Casa do Povo São Paulo; FLUCA Austrian cultural pavilion Plovdiv; Q21 Museums Quartier Viena; Wachauarena Melk; 32ª Bienal de São Paulo; MATADERO Madrid; Villa Romana Florença; Jan van Eyck Academie Maastricht; Casa Daros Latinamerica; United Nations University Tóquio; ArteBA; e MAM Medellín, entre outros.


Jade Tang

O trabalho de Jade Tang oscila entre o que foi, o que é, e o que será. Ela captura um momento durante a vida de um material, quando um assunto, uma arquitetura, ou uma iluminação alcança seu potencial narrativo em um momento preciso.
Antes de se formar, seu trabalho estava centrado em vidro como sendo uma experiência, sempre circundada por fumaça e fogo, cinzas de madeira e vapor. Acabou sendo muito influenciada pela intensidade da atmosfera do ateliê de vidro. Assim, sua abordagem expandiu e hoje inclui diferentes materiais – evoluindo, deteriorando, revelando… A questão da renovação agora se encontra em outra escala com seu principal projeto dos últimos três anos: Perspective Résidentielle. Ela trabalha em canteiros de obra como sendo espaços de transição. Seu interesse está em como habitantes organizam este tempo-espaço, e como adaptam os seus hábitos a esse novo ambiente cheio de interferências.
www.jadetang.fr


image50

Chico Togni

Graduado com habilitação em escultura pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo em Janeiro de 2005, participou dos principais salões e prêmios do país como o Programa de Exposições e Prêmio Aquisição do Centro Cultural São Paulo, 14º Salão da Bahia, Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea na Funarte Rio de Janeiro, Salão de Abril em Fortaleza, Temporada de Projetos do Paço das Artes entre outros. Mais recentemente participou do programa de pesquisa para artistas do Smithsonian Institution em Washington D.C. nos Estados Unidos e da exposição Comic Sans em Quito no Equador.
galeriapilar.com/artistas/chico-togni





2017



image67

Livia Alexander

Livia Alexander é curadora, escritora, e diretora do Departamento de Arte e Design na Montclair State University. Seu trabalho é focado na análise da relação entre infra-estruturas de arte e de produção artística, urbanidade, políticas culturais de comida e arte, e arte contemporânea do Oriente Médio e do Sudeste Asiático. Já fez a curadoria e produziu vários programas de arte e de filme, exposições e eventos, e expôs no MoMa de Nova York, Tate Modern, Sharjah Art Foundation, Queens Museum, The Film Society of Lincoln Center, Cinematheque Tangier, e em vários outros. Alexander é co-produtora do documentário, baseado em pesquisa, Jerusalem, We Are Here (Canada/Palestine/Israel, 2016), dirigido por Dorit Naaman.
www.livalex.net


image55

Amber Art (Sidd x2 / Keir / Rebecca)

O grupo Amber Art and Design facilita relações dinâmicas entre pessoas e comunidades que criam espaços para crescimento positivo.
Com uma década de experiência coletiva, os projetos públicos, exposições, e atividades culturais do Amber Art & Design já engajaram milhões de pessoas, em centenas de comunidades ao redor dos Estados Unidos e internacionalmente. Eles operam com a convicção de que arte pode ser uma plataforma colaborativa e inclusiva para iniciar conversas críticas. O Amber Art & Design aproveita recursos do mundo artístico com o propósito de empoderamento comunitário e serviço público.
amberartanddesign.com


amem

Coletivo Amem

O Coletivo Amem é um coletivo artístico, baseado em São Paulo, que promove festivais, performances e debates focados em questões de raça, classe, gênero, e saúde pública.
facebook.com/Coletivo-Amem-284867401953444


image15

Jaroslav Andel

Jaroslav Anděl é um artista conceitual, fotógrafo, histórico da arte, curador, e pedagogo. Ele estudou fotografia na FAMU (1967-72) e história da arte na Charles University na Praga (1969-73). Recebeu seu doutorado da Charles University em Praga em 1982. Foi diretor da Galeria Nacional no Museu de Arte Moderna de Praga, autor do Avant-Garde Page Design, Alexandr Hackenschmied, editor do Art Into Life: Russian Constructivism 1914-1932, Czech Modernism 1900-1945 e outros livros sobre arte do século 20. Em 2001 iniciou o simpósio Excavating the Future, em Praga. De 2008 a 2014 foi Diretor Artístico do DOX, Centre for Contemporary Art, Praga. De 2004-2008, foi Diretor Artístico de Atuação no DOX. Vive em Nova York e Praga. Jaroslav Anděl ensina seminários interdisciplinários para Estudos de Arte Visual e Humanidades, como Palestrante Senior Distinto Adjunto.


image26

Departamento de la Comida (with Isabel Gandia)

El Departamento de la Comida é um coletivo não-governamental, para projetos de comida em Porto RIco que são sustentáveis, regenerativos, e resilientes, em constante colaboração e solidariedade com movimentos de comida ao redor do mundo. Fundado em 2010, como um CSA (comunidade que sustenta agricultura), esse projeto “grassroots” já experimentou com vários modelos, incluindo uma loja, uma cozinha comercial, uma linha de produtos, oficinas, restaurante, espaço de eventos, negócio de comida queer, e mais. Em 2019 El Departamento de la Comida reabre após o furacão Maria haver inundado o seu espaço em 2017, como uma organização sem fins lucrativos com quatro programas centrais: a FAZENDA, a AGÊNCIA, a COZINHA, e a BIBLIOTECA DE RECURSOS.
@eldepartamentodelafood


image24

DIG Ferreira

Dig Ferreira (illustrator). Formado em Design de Interior pelo European Institute of Design. Seu trabalho como artista visual é baseado em três pilares: o #DesenhoRegistro, Galeria Mobile and the Research / Study Group # Eunaoseidesenhar. Membro das Redes Bela Vista e Saracura Erê Social.
digferreira.com


image52

Joshua Furst

Joshua Furst é um escritor Americano de ficção. O primeiro romance de Joshua Furst, The Sabotage Café, foi nomeado as listas de “year-end-best-of” de 2007 do Chicago Tribune, o Rocky Mountain News e o Philadelphia City Paper, assim como o prêmio Grub Street Fiction Prize de 2008. Ele também é autor do aclamado livro de contos, Short People. Um frequente colaborador do The Jewish Daily Forward, ele também publicou no Chicago Tribune, Conjunctions, PEN America, Five Chapters e o The New York Tyrant, entre outros jornais e periódicos, e foi dado citações de “noble achievement” pelo The Best American Short Stories e o The O’Henry Awards. É membro fundador da coletiva literária Krïstïanïa.
joshfurst.com


jesse

Jesse Hawkes

Com uma carreira que inclui teatro, opera, rádio e filme, Jesse recentemente voltou a Nova York após conduzir um programa de teatro, filme, e direitos humanos para jovens na Rwanda, África do Sul, Haiti, e Bosnia. Jesse possui uma graduação da Harvard University e vive no Harlem.
jessehawkes.com


image19

Todd Lanier Lester (outbound: Via Farini)

Todd Lanier Lester é artista, escritor, e produtor cultural. Ele vive em São Paulo, onde trabalho com o Lanchonete.org — um projeto focado no direito à cidade — com um grupo de outros residentes da cidade. Todd fundou freeDimensional, uma rede que ajuda artistas em perigo, ao promover lugares seguros, pela participação em residências artísticas. Ele é Membro Sênior no World Policy Institute e Associado de Pesquisa com ambos o Laboratório para Outros Urbanismos na Universidade de São Paulo e “Culturizing Sustainable Cities”, na Universidade de Coimbra. Todd serve como assessor a organizações de arte, direitos e literatura, na India, Mexico, Brasil, Alemanha e Estados Unidos.


image60

Adler Murada

cargocollective.com/adlermurad/ADLER-MURAD


image17

Carina Paoletti

Produtora de Conteúdo e comunicadora da Plataforma. Formada em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Carina passou pela editoria da Editora Abril e Folha de São Paulo. Também desenvolve trabalhos como artista visual, mesclando sua bagagem como editora e pesquisadora de tendências elaborando e construindo imagens.


cidadequeer

Queer City:

Todd, Rapha, Pato, Edicoes Aurora (Outbound: Quito)
Coletivo Amem and EXPLODE! (Outbound: NYC)
Queerness é um termo amplo e que certamente pode ser vinculado a uma série de políticas e realidades LGBT+, e também a diferentes histórias, futuros e lugares. Dentro dos nossos objetivos, a Cidade Queer inicia a discussão de como vivemos e trabalhamos, compartilhamos e sobrevivemos na cidade contemporânea, tendo São Paulo como panorama. Assim, estamos igualmente interessados em reconhecer as bases comuns e entender contranarrativas.
cidadequeer.lanchonete.org


image44

Van Alen Institute

Van Alen Institute é um instituto sem fins lucrativos de 124 anos que usa o design para catalisar mudanças positivas em cidades.


image20

Mavi Veloso (2017, 2016)

Mavi é a mistura de patifaria com gambiarra-do-it-yourself. is the mixture of patifaria with gambiarra-do-it-yourself. Ela é artista transdisciplinária, performer, dançarina, atriz, cantora, compositora, produtora musical, artista visual e de performance, trans, queer, fashion, drag queen e designer gráfica. Nascida em 1985 em Pacaembu, no estado de São Paulo, Brasil, atualmente vive em Amsterdam. Estudou dança, teatro, música e circo, através de vários processos de treinamento formais e informais. Se formou em artes pela Universidade Estadual de Londrina, Paraná, Brasil (2006-2009). Continuou seus estudos em performatividade com a plataforma artística COMO clube, São Paulo (2011-2014). Fez um pós-mestrado em performance no A.PASS (Advanced Performance And Scenography Studies)(2014​-2016), Bruxelas/Bélgica. Mestre de voz no Sandberg Instituut em Amsterdam.
maviveloso.tumblr.com





2016



image29

Kholoud Bidak

Kholoud Bidak é uma filantropista que trabalha desde 2002 com minoridades e grupos oprimidos, através de organizações não-governamentais e coletivos em diferentes áreas no mundo. Ela aborda assuntos como questões de mulheres, gênero, sexualidade, bem-estar, e o meio ambiente através da arte, escrita, e métodos de auto-expressão.


paulo

Paulo Bueno

hcargocollective.com/paulobueno


image8

Danila Bustamante

Danila Bustamante é videomaker. Criadora de pensamentos ilustres busca através da produção de imagens, formas diferentes e inusitadas para eternizar um momento. Participou com criações, colaborações, fotografias, videos, video-instalações de festivais
nacionais e internacionais, como o FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica e “City One Minutes São Paulo”, Holanda e Rietveld Arsenale, Itália. Foi bolsista no “Seminário Internacional no Festival de Filme de Munique / FilmFest München, Alemanha. Atualmente colabora com o Cineclube Socioambiental Crisantempo (SP), Goethe Institut São Paulo (SP), Mostra Live Cinema (RJ), Prix Jeunesse Brasil (SP), artistas audiovisuais e de dança, faz parte do projeto DIANA, sobre estudos em danças urbanas e Waacking. Além disso, em 2017, dirigiu seu primeiro documentário titulado ”QUEER CITY / CIDADE QUEER” em parceria com a instituição canadense Musagetes e Lanchonete.org.


image57

Edgar Calel

Edgar Calel. Edgar Calel Apen nasceu em Chi Xot, Comalapa, em uma comunidade indígena chamada Maya Kaqchikel, Guatemala. Em 2016, foi artista-em-residencia com o Lanchonete.org e Lastro em São Paulo.


image39

Eduardo Carrera

Eduardo Carrera é curador, pesquisador, e blogger. Formado em Artes Visuais pela Universidad Catolica no Equador. Trabalhou como curador paro o Centro de Arte Contemporaneo in Quito, Ecuador (2011-13). Carrera é atualmente Coordenador de Pesuisa na Fundacion Museos de la Ciudad. Ele também é Diretor e Curador do No Lugar-AC, um espaço de exposições e residências. Carrera é coordenador do Premio Brasil–Arte Emergente e foi curador de várias exposições como SEXO-DROGAS & ROCK N ROLL, Quito (2013); Situaciones de hacinamiento, Quito (2013); EL DESEO ES LA FORMA, CAC, Quito (2013); EVERNESS, Alianza Francesa, Quito (2013); La (in) materialidad de la linea, No Lugar-AC, Quito (2012); and PAROLE, No Lugar-AC, Quito (2012).
www.usfq.edu.ec


image5

Raphael Daibert (outbound: Malta)

Raphael Daibert é pesquisador, curador, produtor cultural e ativista, baseado em São Paulo, Brasil. Mestrando em Art Praxis no Dutch Art Institute. Editor Assistente na plataforma ArtsEverywhere e pesquisador no grupo de estudos “Fazendo gestos em direção a futuros Decoloniais” na Universidade de British Columbia. Membro fundador do Lanchonete.org. Trabalha na interseção entre a curadoria e a produção de diferentes projetos de arte engajada, em torno de gênero & sexualidade, decolonialidade, migrações, o direito à cidade e pedagogias.


image48

Episode Haiti

O Episódio Haiti foi um processo de três meses de residência artística do fotógrafo haitiano Pierre Michel Jean na cidade de São Paulo, convidado por Lanchonete.org em parceria com Novas Diásporas/Invisíveis Produções, com o apoio de FOKAL – Fondasyon Konesas ak Libète / Fondation connaissance et liberté e ArtsEverywhere.
episodiohaiti.lanchonete.org


image62

Paulo Goya (2016, 2015)

Paulo Goya é ator, conhecido pelos filmes Bruna Surfistinha (2011), Carpe Aeternitatem (2014) e (fdp) (2012).


image47

Pato Hebert

Patrick “Pato” Hebert é artista, educador, e organizador. Seu trabalho explora a estética, ética e poética de interconexões. Sua prática trabalha através de mídias variadas, incluindo fotografia, inistalação, escultura, linguagem, iluminação, temporalidade e design gráfico. Práxis progressiva, dinâmicas espaciais e o espírio de topografias sociais são de interesse particular.
patohebert.com


image56

Aaron Landsman

Aaron Landsman é artista de teatro, performer, e professor. Seu trabalho inclui produções site-specific nos tipos de lugares onde pessoas performam suas vidas: casas, escritórios, ônibus e salas de reuniões, assim como trabalhos mais tradicionalmente montados.
thinaar.com


image61

Diane Lima

Diane Lima é curadora independente, pesquisadora e diretora criativa. Mestra em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, seu trabalho concentra-se em experimentar práticas curatoriais multidisciplinares em perspectiva decolonial.


image2

Pierre Jean Michel

Pierre Michel Jean é fotojornalista, baseado em Port-au-Prince. Foi convidado pelo Lanchonete.org e FOKAL para completar uma residência de três meses em São Paulo, onde desenvolveu uma pesquisa sobre os Haitianos que vivem em São Paulo.
instagram.com/pmfotografi
episodiohaiti.lanchonete.org


image63

Lucia Nhamo

Lucia Nhamo é artista visual de Zimbabwe. Ela explora contra-narrativas e relações de poder através da performance, animação, vídeo, gravura e escultura.
lucianhamo.com/home.html


image25

Jean-Francois Prost

Jean-François Prost é artista visual baseado em Montreal, Quebec. Ele possui uma formação em design ambiental da Université du Québec à Montréal e em arquitetura da Carleton University (Ottawa). É conhecido por suas investigações espaciais e práticas sociais na cidade, sua prática com arte relacional, e por ser fundador da plataforma artística Adaptive Actions. Entre outros projetos, ele trabalhou e expôs na La Biennale de Montreal (2002), International Architecture Biennal Rotterdam (2003), Liverpool Biennial (2006), Lisbon Architecture Triennal (2013) e International Architecture Biennale in São Paulo (2013).
jean-francoisprost.blogspot.com


image59

Pony Zion / House of Zion

Nascido e criado nas agitadas ruas do Harlem, Devon “Pony” Webster tem dedicado sua vida à dança desde os 10 anos de idade. Pony também dominoua Arte do “Vogue,” uma forma de dança que capitaliza e expõe os contornos do corpo através da flexibilidade e finesse. Ao batalhar em competições de voguing, Pony é uma Lenda no comunidade “Ballroom” underground, onde o Voguing for criado, e tem sido considerado assim ao longo dos últimos 5 anos. Ele é membro da comunidade de House/Ball desde 1998. Mais recentemente, tem levado o Vogue ao próximo nível, ao criar a primeira Companhia de Dança Vogue “Vogue Evolution,” cuja missão for de fazer justiça social e prevenção de HIV através da arte de voguing. Eles têm viajado pelo mundo inteiro, performando e se levantando pelos direitos Gays enquanto ensinam aulas de Vogue ao público em oficinas chamadas “Teoria Vogue”.
facebook.com/PONYZION


cidadequeer

Queer City:

Todd, Rapha, Pato, Edicoes Aurora (Outbound: Quito)
Coletivo Amem and EXPLODE! (Outbound: NYC)
Queerness é um termo amplo e que certamente pode ser vinculado a uma série de políticas e realidades LGBT+, e também a diferentes histórias, futuros e lugares. Dentro dos nossos objetivos, a Cidade Queer inicia a discussão de como vivemos e trabalhamos, compartilhamos e sobrevivemos na cidade contemporânea, tendo São Paulo como panorama. Assim, estamos igualmente interessados em reconhecer as bases comuns e entender contranarrativas.
cidadequeer.lanchonete.org


image9

UltraRed

Ultra-red é um coletivo de arte e política, baseado em sons, fundado em 1994 por dois ativistas de AIDS. Originalmente de Los Angeles, o coletivo tem expandido nos últimos anos, com membros por toda a América do NOrte e Europa. Membros do Ultra-Red variam entre artistas, pesquisadores, organizadores de diferentes movimentos sociais incluindo as lutas de migração, anti-racismo, desenvolvimento comunitário participativo, e a política de HIV/AIDS. Em 2008 começaram a trabalhar explicitamente com práticas de educação popular, montando experimentos de aprendizagem com estudantes, artistas, organizadores comunitários, sob o nome de School of Echoes.
www.ultra-red.org


image1

Lorena Vicini (outbound: Malta)

Lorena Vicini vem de São Paulo, trabalha como editora e gestora cultural, e atualmente é estudante de Doutorado na Kunsthoschule Kassel. É jornalista e possui mestrado em literatura alemã (Universidade de São Paulo). De 2015-2017, coordenou o projeto “Episódios do Sul”, no Goethe-Institut São Paulo, no qual ela desenvolveu projetos visando descolonizar saberes, à partir de uma perspectiva do “sul”. Lorena é co-autora das seguintes publicações: “Inspirador: Diretrizes Internacionais para a Gestão Cultural Sustentável” e “Desenvolvendo identidades para melhorar a Coletividade.”


image58

Ajamu X

Ajamu X é um artista, curador, arquivista e ativista britânico. Mais conhecido por sua fotografia artística, que explora o desejo do mesmo sexo e o corpo negro masculino, e seu trabalho como arquivista e ativista para documentar as vidas e experiências de pessoas negras LGBTQ no Reino Unido.
* Turma da Princeton / Irene Small

image34

Zona da Mata

O projeto Zona da Mata (ZdM) foi concebido como um laboratório ambiental permanente, a ser desenvolvido de forma participativa, engajando a comunidade local e periférica. Concebido pelo Ateliê Mata Adentro e encubado pelo coletivo Lanchonete.org, com patrocínio do Ministério da Cultura e da Lanxess, o projeto Zona da Mata tem como objetivo abordar, através de oficinas e intervenções, conceitos de agroecologia, permacultura e agrofloresta.
zdm2016.lanchonete.org





2015



image16

Pepe Dayaw

Joseph Michael Patricio é Pepe Dayaw. ‘Pepe Dayaw’ é um trabalho em andamento. Em seu trabalho existe uma mistura de folclore, tecnologias precárias e improvisações funky, cujas missões são de pesquisar e coreografar designs vivos e a socialidade. Formalmente formado pela University of the Philippines, University of Amsterdam, University of
Warwick, o National Museum of Reina Sofia Madrid e o Kaloob
Philippine Music and Dance Ministry, Pepe performa havido sendo treinado em várias disciplinas de dança como pangalay e butoh, um chef auto-didata, polyglota e massagista; um cantor de karaokê profissional. Nascido em Manila e crescido por todo lugar, Pepe é uma sobra de vidas passadas que se renovam cada vez que ele performa. Ele começou a cozinhar por nostalgia por memórias da ilha tropical, e desde então tem utilizado essa prática como ferramenta de pesquisa e para ensaiar democracias emergentes através de sua plataforma de produção independente, Nowhere Kitchen.
cargocollective.com/josephpatricio
pepethework.wordpress.com
nowherekitchen.com


image23

Blake Morris

Blake é chef particular em Toronto, Ontario, Canada. Ele é de Guelph, Ontario, Canada, e se mudou a Toronto quando tinha 18 anos, para estudar na escola de culinária da George Brown College. Durante os verões, nos últimos sete anos, Blake tem sido um dos principais chefs de Wasan Island, um centro de conferência internacional em
Muskoka Lakes, norte de Toronto. Além do Canadá, já morou em Londres, Berlim, e na Cidade da Guatemala. Na Cidade da Guatemala ele ajudou a criar um programa de almoço para pessoas em situação de rua com restaurantes locais, e organizou um mensual “Free Dr. Day” que trouxe doutores para uma comunidade carente para oferecer cuidado pro bono.


image49

Alyssa Becker

A Chef Alyssa Becker entrou na cena culinária de Toronto após sua formatura da George Brown College em Toronto, em 2008. A Chef Becker completou o programa de Treinamento de Chef e o programa de pós-graduação de Artes Culinárias Francesas, onde ela estudou ao lado de chefs de Toronto assim como no ITHQ – Institut de tourisme et d’hôtellerie du Québec em Montréal, e no Institut Paul Bocuse em Lyon, France.
Alyssa assistiu na abertura do Rodney’s by Bay, no centro de Toronto (2009), e trabalhou como Chefe de Cozinha no John and Sons Oyster House (2012-2015). Ela também trabalhou como Chef Executiva no Wasan Island desde 2009, um centro internacional de conferencias localizado no Muskoka Lakes, Ontario, onde ela é atualmente Gestora de Operações. A Chef Becker é fortemente motivada pela cultura de comida que Toronto comemora, e é continuamente inspirada por suas viagens, para conhecer mais sobre a culinária internacional.


adler

Adler Murada

cargocollective.com/adlermurad/ADLER-MURAD


image54

Jeaná Morrison

Jeaná Morrison é doutoranda na Drexel University’s School of Education. Seu interesse de pesquisa inclui acesso e equidade no ensino superior e em negociações de identidades marginais em contextos educacionais. Sua pesquisa de dissertação irá examinar estudantes brasileiros negros que estão estudando na universidade através do sistema de cotas.
drexel.edu


image32

梁丹丹 Dandan Liang

梁丹丹 (Dandan Liang) é produtora de teatro, gestora, performer, e diretora, de Beijing. Em 2008, ela co-fundou e começou a operar o primeiro teatro independente na China – Beijing Penghao Theater. Continua a ser o único teatro em Beijing a apresentar uma grande variedade de performances. Desde a sua fundação, o teatro black-box, de 110 pessoas, já acomodou mais de 200 performances diferentes de artistas de toda a China e do mundo. Atuando como um teatro público chinês, ele se tornou uma força cultural essencial: cultivando peças originais, acomodando festivais internacionais e montando o espaço para uma comunidade de teatro e diálogo em Beijing, que anteriormente não existia. Em 2014, Dandan começou a estudar na Hong Kong Academy for Performing Arts, para aprender sobre como organizações teatrais ao redor do mundo operam.
penghaotheatre.com/BugPiao/show-467.html
globaltimes.cn/arts/


image10

Roberto Tejada

Roberto Tejada é autor das coleções de poesias: Full Foreground (Arizona, 2012), Exposition Park (Wesleyan, 2010), e Mirrors for Gold (Krupskaya, 2006). Um escritor e histórico de arte, suas outras publicações incluem: National Camera: Photography and Mexico’s Image Environment (Minnesota, 2009), A Ver: Celia Alvarez Muñoz (Minnesota, 2009), ensaios em livros sobre fotógrafos Graciela Iturbide and Miguel Rio Branco, e escritas críticas sobre artistas contemporâneos Norte Americanos e Latino Americanos, na Afterimage, Aperture, Bomb, The Brooklyn Rail, SF Camerawork, e Third Text.
www.uh.edu/class/english/people/faculty/tejada/


image6

Steph Yates

Steph Yates é artista, música, e editora, vivendo e trabalhando em Guelph, Ontario, Canada. Sua prática envolve animação stop-motion, instalação, escultura kinética, gravura, trabalhos de técnica mista, que ela atualmente explora sendo artista em residência no The Boarding House Arts Incubator Program. Desde 2013, Yates trabalha com o Publication Studio Guelph, como coordenadora de studio, editora, membro do grupo editorial, e professora de várias oficinas. Yates pode ser frequentemente vista performando em várias bandas locais, e seus próprios projetos musicais incluem garage-pop outfit Esther Grey e o sparkle-punk duo Cupcake Ductape.
stephyates.com


image26

El Departamento de la Comida

El Departamento de la Comida é um coletivo não-governamental, para projetos de comida em Porto RIco que são sustentáveis, regenerativos, e resilientes, em constante colaboração e solidariedade com movimentos de comida ao redor do mundo. Fundado em 2010, como um CSA (comunidade que sustenta agricultura), esse projeto “grassroots” já experimentou com vários modelos, incluindo uma loja, uma cozinha comercial, uma linha de produtos, oficinas, restaurante, espaço de eventos, negócio de comida queer, e mais. Em 2019 El Departamento de la Comida reabre após o furacão Maria haver inundado o seu espaço em 2017, como uma organização sem fins lucrativos com quatro programas centrais: a FAZENDA, a AGÊNCIA, a COZINHA, e a BIBLIOTECA DE RECURSOS.
@eldepartamentodelafood


image35

Jaime Lauriano

Jaime Lauriano é formado em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Seu trabalho discute as estruturas envolvidas na formação de espaço público e a história do desenvolvimento do estado brasileiro. Ele usa estratégias presentes em produções audiovisuais (como a propaganda), materiais de arquivo e pesquisa de campo, para apoiar suas discussões. Entre suas exposições mais recentes estão as seguintes exposições solo: Impedimento, Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil, 2014; Em Exposição – Sesc Consolação, São Paulo, Brasil, 2013; Olhares, Escutas E Outras Histórias, SESC, Ribeirão Preto, Brasil, 2010. And the group shows: PIESP Exhibition 2013-14 / Programa Independente da Escola São Paulo, Casa do Povo, São Paulo, Brasil, 2014; Tatu: futebol, adversidade e cultura da caatinga, Rio Art Museum (MAR), Rio de Janeiro, Brazil, 2014; Taipa-Tapume, Galeria Leme, São Paulo, Brazil, 2014; Espaços Independentes: A Alma É O Segredo Do Negócio, São Paulo, Brasil, em 2013.
galerialeme.com/en/artist/jaime-lauriano/?section=bio


image41

Thea Little

Thea Little é coreógrafa, performer, música, e compositora, nascida e crescida em Nova York, EUA. Ela possui um MFA em Estudos de Dança, pela Hollins University, e um BA em dança da School of General Studies da Columbia University. Thea trabalha colaborativamente com dançarinos treinados, não-dançarinos, artistas de performance, assim como artistas em outros meios, e tira muito material da improvisação, com performances que variam de estruturas soltas a estabelecidas, dependendo no local e conceito. Thea está principalmente interessada na questão de fronteiras, esticando o que é estranho à casa, e o que é rígido e controlador à aceitação e acolhimento.
thealittle.com


image4

Niki Singleton

Niki Singleton trabalha com desenho, pintura, arte digital, escultura de material encontrado, instalação e performance. Nascida em Vancouver, Canadá, com pais africanos e europeus, Niki está agora baseada em Brooklyn, após viajar e viver fora durante 10 anos. Ela já fez residências na França, Holanda, Nova York e Connecticut, e já teve exposições solo no Holocaust Museum (Dallas), TVAA Gallery (Dallas) e Imagine Ic (Amsterdam). Ela possui um MFA da New York Studio School.
nikisingletonstudio.com


image64

Carlos Motta

Carlos Motta é artista multi-disciplinário, cujo trabalho se baseia em história política, em uma tentativa de criar contra-narrativas que reconheçam histórias, comunidades, e identidades suprimidas. Seu trabalho é conhecido pelo seu engajamento com histórias da cultura queer e ativismo, assim como sua insistência que as políticas de sexo e gênero representem uma oportunidade para articular posições definitivas contra injustiças sociais e políticas.
carlosmotta.com


image37

Maya Mikdashi

Maya Mikdashi possui Mellon Postdoc do Institute for Research on Women e o Department of Women and Gender Studies da Rutgers University. Maya trabalha na intersecção entre antropologia legal, feminismo, teoria queer, teorias de soberania, secularismo, e religião. Ela trabalhou em vários projetos de documentários e filmes narrativos, e continua a editar e escrever para Jadaliyya, uma e-zine que ela co-fundou e que é focada em abordagens críticas para estudar o Oriente Médio transnacional.
mayamikdashi.com





2014



image7

Jakub Szczęsny

Jakub Szczęsny é co-fundador da Centrala, uma plataforma de design de Varsóvia, Polônia. Ele opera globalmente em trabalhos arquitetônicos e artísticos, um dos quais ocorreu dentro do quadro do projeto do Lanchonete.org na Ocupação São João no centro de São Paulo. Seu projeto de estúdio de escritor, chamado Keret House, foi incluído na coleção permanente do MoMa em 2013. Jakub foi o primeiro residente do Lanchonete.org, e, durante sua estadia na Ocupação São João, desenvolveu uma oficina de criação de bandeiras com Isabel Gandía, Raphael Daibert, e Lorena Vicini.
szcz.com.pl





2013



image69

Adham Bakry

Adham Bakry é designer gráfico, ilustrador e fotógrafo, e possui um BA em arquitetura. Ilustrou o processo do Lanchonete.org para o capítulo de livro “Anatomia de um Pojeto Duracional (“Anatomy of a Durational Project”), Lanchonete.org. (2013-2017)
abakry.com


image68

Thiago Correia Gonçalves (2013, 2014, 2015)

Thiago Correia Gonçalves vive e trabalha em São Paulo e em Nova York. Estudou Cinema na FAAP (SP-BR) e arquitetura na Escola da Cidade (SP-BR) e na Architectural Association (LDN-UK). Dentre as instituições nas quais ele já mostrou trabalhos estão: Niklas Schechinger Gallery (2014), Hamburgo (DE); Vitrina, MASP (2014); Memorial da América Latina (2014); Centro Cultural São Paulo (2013), (SP-BR) ; Casa de Cultura Mário Quintana (2013) and Galeria Península (2014) em Porto Alegre (BR); e o Dox Center em Praga (CZK).
cargocollective.com/thiagocg


Thiago Goncalves (outbound: Prague for Modes of Democracy)



image13

Leandro Viana

Leandro Viana é fotógrafo freelancer, baseado em Nova York, originalmente de São Paulo, Brasil. Após entrar no campo através da moda, editorial, and da fotografia de publicidade, mais notavelmente na DPZ, uma das principais agências de publicidade no Brasil, Leandro começou a documentar questões sociais como a imigração, refugiados, e direitos humanos.
(Para fora: Dhaka, Bangladesh para o Chobi Melo festival)
leandroviana.com





2012



image36

Ghawazee Coletivo de Ação

Ghawazee é um coletivo transdisciplinário de performance, composto de mulheres de diferentes experiências artísticas, que investiga as expressões do feminino através de ações artísticas apresentadas em espaços públicos. O coletivo busca a criação de uma prática de linguagem experimental que cria interrupções temporárias e transgressivas da vida cotidiana, através de ações artísticas, direcionadas principalmente ao público local, encontrado, e inesperado.
facebook.com/ghawazeecoletivo
vimeo.com/ghawazeecoletivo
foto do coletivo (https://palomamecozzi.com/ghawazee-coletivo-de-acao)

eventos